Big Data: Velocidade, Volume e Variedade.

Big Data é o termo em Tecnologia da Informação (TI) que trata sobre grandes conjuntos de dados que precisam ser processados e armazenados, o conceito do Big Data se iniciou com 3 Vs : Velocidade, Volume e Variedade.

Definição do conceito de Big Data

Big Data pode ser definido, de maneira mais simplista, como um conjunto de técnicas capazes de se analisar grandes quantidades de dados para a geração de resultados importantes que, em volumes menores, dificilmente seria possível.

Em tese, podemos definir o conceito de Big Data como um conjunto de dados extremamente amplos.  Por isto, necessitam de ferramentas especiais para comportar o grande volume de dados que são encontrados, extraídos, organizados, transformados em informações que possibilitam uma análise ampla e em tempo hábil.

Big data = grande volume de dados?

Na verdade não é simplesmente o volume de dados que define o Big Data, o conceito é calcado em um pilar de 3 itens, algumas pessoas falam em 4, mas vamos aos 3 principais:

Volume

Organizações coletam dados de fontes variadas, incluindo transações financeiras, mídias sociais e informações de sensores ou dados transmitidos de máquina para máquina. No passado, armazená-los teria sido um problema — mas novas tecnologias (como o Hadoop) aliviaram esse fardo.

Velocidade

Os dados são transmitidos numa velocidade sem precedentes e devem ser tratados em tempo hábil. Etiquetas RFID, sensores e medições inteligentes estão impulsionando a necessidade de lidar com torrentes de dados praticamente em tempo real.

Variedade

Dados são gerados em inúmeros formatos — desde estruturados (numéricos, em databases tradicionais) a não-estruturados (documentos de texto, e-mail, vídeo, áudio, cotações da bolsa e transações financeiras).

Qual a importância do big data?

A importância do big data não gira em torno da quantidade de dados que você tem, mas do que você faz com eles. Você pode obter dados de várias fontes e analisá-los para encontrar respostas que permitem:

  1. Reduzir custos
  2. Economizar tempo
  3. Desenvolver novos produtos e otimizar ofertas
  4. Tomar decisões mais inteligentes.

Vivemos a era do imediatismo, em que os indivíduos substituem a busca feita no desktop por smartphones, enquanto realizam outras várias tarefas – como mandar mensagens, assistir a vídeos, compartilhar algo nas redes sociais, etc.

Além de não tolerarem experiências ruins com os sites – ainda segundo a pesquisa, 50% dos consumidores abandonam um site mobile que demora mais de 3 segundos para carregar, o que revela a busca por experiências cada vez mais aperfeiçoadas durante sua jornada de compra.

A compatibilidade com o celular um dos fatores considerados na hora de posicionar um site. Por isso, na Gálata desenvolvemos o Mobsite, sites one page e mobile friendly que te ajudam a alavancar seu negócio.