Redação para conteúdo digital: o que muda

Redação para conteúdo digital

A migração de conteúdos para plataformas digitais integra um ambiente com interfaces que pedem mais praticidade e fácil leitura. Trabalhar como esse conteúdo digital vai ser escrito no meio digital é fundamental para uma empresa ou organização que pretende otimizar sua comunicação com os usuários e também as suas buscas nas redes.  Mais do que simplesmente escrever para a web, é preciso adaptar a escrita para este novo formato.

Webwriting

É um conjunto de técnicas que vai muito alem de redigir textos ou divulgar informações. É uma ferramenta que auxilia na distribuição de conteúdo no meio digital, procurando sempre se manter nos buscadores, como o Google.

A leitura na internet é diferente da leitura em impressos. Na rede, o leitor tem a prática de “escanear” o site como um todo, filtrando por palavras e imagens do seu interesse. Para facilitar que essa busca seja mais eficaz e dinâmica, os produtores de conteúdos precisam se adequar a legibilidade dos textos, para que o leitor se sinta atraído e permaneça na página por mais tempo.

A missão principal do webwriter é unir um conteúdo digital relevante que irá prender a atenção dos leitores e à uma escolha sábia de palavras-chave que irão compor o texto com técnicas de SEO.

Ferramentas para a redação de conteúdo digital

  • Procure escrever textos completos porém fáceis de ler. Use títulos sugestivos, parágrafos curtos, ícones, listas, destaques e recursos que facilitem o “escaneamento” do texto pelo leitor. Isso dará mais usabilidade à página, visto que as pessoas estão cada vez menos dispostas a gastar tempo lendo;
  • Aposte em “microtextos“. Este é o formato ideal para a interface digital, capaz de transmitir uma mensagem em pequenos fragmentos, com concisão e clareza. Por conta da limitação de caracteres dos microtextos, a escolha certa das palavras é essencial para transmitir a mensagem e o efeito que deseja;
  • Ter um guia de escrita também é recomendado. Isto ajuda a manter um padrão na escrita, facilitando a comunicação e o relacionamento com o público da marca e seus produtos, de forma única. É importante saber se posicionar e conhecer quem é, como pensa, como se comporta e como falar sobre a marca. Isso inclui conceitos e padrões de redação, normas de estilo, comunicação que abranja diferentes públicos e tipos de conteúdo. Este é um conceito de UX Writing;
  • Esteja sempre atento à arquitetura da informação. Meça a importância de cada informação e dê destaque ao que mais importa. Além disso, siga uma linha de raciocínio com seu texto, sem apenas jogar uma informação seguida da outra. Quando as informações se complementam, a leitura flui melhor e as chances de o usuário ler seu conteúdo completo, aumentam.

Conteúdo digital como geração de valor

Vale frisar que a etapa de criação de conteúdo digital para os canais de comunicação online de uma empresa favorece como um todo os usuários e visitantes de um site. É um beneficio mútuo, já que um impulsiona o outro em uma reação em cadeia. Com uma melhor compreensão das informações vinculadas pelo site, há um aumento na interação e no engajamento pelos usuários e visitantes. Isso alavanca uma otimização em buscadores da web, que, como resultado, eleva a  taxa de conversão e aquisição de produtos e cadastros. E, por fim, ajuda a empresa a atingir a credibilidade e os seus objetivos.

 

Investir em webwriting ajuda sua marca a fortalecer e consolidar presença digital forte. Uma ótima opção é contratar uma agência de conteúdo para organizar e produzir esses conteúdos pela sua empresa. O Mobsite, ferramenta de criação de sites da Gálata, trabalha com agências parceiras para a redação do conteúdo.

Leia também:

Ferramenta para criação de sites: Conheça o Mobsite

Para vender mais, você precisa ser encontrado 1º